Dr. Zeedivaldo sanciona lei que permite a compra de vacinas pelo município

O prefeito de Engenheiro Coelho, Dr. Zeedivaldo Dias Miranda, sancionou na sexta-feira (12), a lei que permite que o município participe do consorcio para compra de vacinas para combate a pandemia, que está sendo criado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).
O Projeto de Lei, que autoriza a participação no consórcio, foi encaminhado para apreciação dos vereadores pelo prefeito na última semana. Na segunda-feira (8), os vereadores aprovaram a participação da cidade no consórcio e criaram a dotação orçamentária para isso.
O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (CONECTAR) já conta a participação de mais de 2 mil cidades brasileiras. A proposta do consórcio é complementar o Plano Nacional de Imunização (PNI) com a compra de vacinas. A assembleia para a criação do consórcio está programada para ocorrer no dia 22 de março.

Alternativa
Outra alternativa para a aquisição das vacinas está com o Consorcio Intermunicipal de Saúde na Região Norte (CISMETRO). O município de Engenheiro Coelho já participa do Cismetro, que é um consórcio que já está formado há alguns anos.
O CISMETRO, inclusive, foi autorizado pelos prefeitos das cidades participantes a elaborar um plano de trabalho para aquisição de vacinas contra a covid.
Assim, a atual gestão está atuando em duas frentes diferentes para oferecer uma vacinação para toda a população coelhense, o mais rápido possível.

Decreto da ‘Fase Emergencial’ começa a valer na segunda-feira (15)

 

O Decreto da ‘Fase Emergencial’ do Plano SP começa a valer na segunda-feira (15), em Engenheiro Coelho. A versão municipal do decreto foi publicada na sexta-feira (12), pelo prefeito Dr. Zeedivaldo Alves de Miranda.
Segundo o decreto, novas medidas de prevenção e combate a pandemia passam a valer em todo o estado, inclusive, em Engenheiro Coelho. Entre as medidas que passam a valer estão:

Estabelecimentos Comerciais (Comércio em geral)
●Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away);
●Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

Comércio de Material de Construção
●Permitido o atendimento presencial, limitando a capacidade em 20% do local e obedecendo os protocolos de saúde;
●Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

Comércio de Produtos Eletrônicos;
●Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away);
●Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

Supermercados e Mercearias
●Recomendação de escalonamento de horário para os funcionários para evitar aglomeração no transporte público.

Restaurantes, lanchonetes e Padarias
●Permitido atendimento presencial apenas para retirada ou “pegue e leve”;
●Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h;
●Padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercado.
● Proibidos de consumo no local.

Bares e estabelecimentos congêneres:
●Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away);
●Permitida somente a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h;
● Proibido o consumo no local.

Fica proibida realização de:
cultos, missas e demais atividades religiosas de caráter coletivo;
eventos esportivos de qualquer espécie;

Apesar do decreto começar a valer na segunda-feira (15), a feira livre neste fim de semana está liberada para acontecer. Porém, a lotação máxima no local está limitada a 150 pessoas, não poderá haver consumo no local e os banheiros estarão fechados.S

Engenheiro Coelho segue decreto estadual e entra na ‘Fase Vermelha’

(foto: Assessoria de Imprensa) A decisão foi tomada pelo prefeito, Dr. Zeedivaldo, após consultar as áreas técnicas e jurídicas da prefeitura

A Prefeitura de Engenheiro Coelho informa a população que seguirá o Decreto Estadual, que determina o início da Fase Vermelha do Plano SP a partir da 0h de sábado (6). A decisão foi tomada pelo prefeito, Dr. Zeedivaldo, após consultar as áreas técnicas e jurídicas da prefeitura.

“Essa é uma decisão muito difícil que tive que tomar. Entendo os pedidos e as preocupações de todos os setores. Porém, o momento atual é de muita preocupação”, disse o prefeito.

O prefeito também levou em consideração o número de leitos disponível em toda a região, que atendem a população da cidade. Limeira, por exemplo, que recebe os pacientes de Engenheiro Coelho, está com o número de leitos hospitalares em situação crítica. Caso o sistema limeirense entre em colapso, os pacientes da cidade terão que ser transferidos para locais mais distantes.

De acordo com o Plano SP (https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/), a fase vermelha só permite funcionamento normal de serviços essenciais como indústrias, escolas, bancos, lotéricas, serviços de saúde e de segurança públicos e privados, construção civil, farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias, hotelaria e transporte público ou por aplicativo, entre outros.

Diferente do Decreto Estadual, ficam proibidas as feiras livres que acontecem no fim de semana na cidade.

Já os comércios e serviços não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet. Academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, lojas de rua, concessionárias, escritórios e parques deverão ficar totalmente fechados ao público.

Os serviços essenciais precisam cumprir protocolos sanitários rígidos, como fornecimento de álcool em gel, aferição de temperatura, ventilação de ambientes, controle de fluxo de público e horário diferenciado para abertura e fechamento.

O decreto estadual também determina o toque de restrição de circulação, que estará em vigor a partir das 20h em todas as regiões do estado, com recomendação para circulação restrita em vias públicas e fiscalização ampliada até as 5h.

Decreto Municipal – 37/2021